Os Elementos - O Fogo

08:38

Na primeira parte falamos um pouco sobre aspectos gerais, sobre quais são os elementos e algumas ligações deles com os signos do zodíaco, nosso corpo, e como podem de certa forma influenciar nossa personalidade. Nesta parte, falaremos um pouco sobre cada elemento separadamente. Detalhando um pouco sobre suas regências e influências sobre nossos corpos e personalidades. Dando um pouco mais de forma e ilustrando de forma leve como cada um deles pode nos ajudar de forma subjetiva a nos conhecer um pouco mais. Esta segunda parte será separada em quatro posts. Cada um dos posts, especificando mais sobre um elemento. Nesse, vamos começar pelo meu preferido, e que me ajudam muito na vida. O fogo.



Fogo 


O fogo é conhecido em muitas religiões e filosofias como o Princípio Primordial, o primeiro Elemento a ser gerado/criado. Ele é o simboliza o princípio criador, ativo, fertilizador, o masculino, a transformação, a paixão, o erotismo, a sensualidade, o libido, a coragem, a energia, a magia, a impetuosidade, a progressividade, a raiva. O Fogo trás consigo  as energias do Sol do meio dia, o momento do dia em que o Sol está em seu auge, brilha e reina majestoso, espalhando o vigor da juventude a tona. O fogo é visto por muitos como uma representação física do espírito. Ele promove a transformação e a purificação total daqueles que o tocam. Dele recebemos a inspiração e o poder e força pessoal. É a nossa força para tomar iniciativas e ter ideias impetuosas e audaciosas. O fogo liberta nossa libido, e consciência do confinamento que ha´no corpo material. Nos trás a percepção e a perspectiva da autotransformação. Ele não representa somente o fogo da paixão sexual, mas a paixão criadora do artista que modela e transforma a matéria bruta em  arte, como faziam Hefaístos ou Lugh. O fogo ele aumenta a espiritualidade, e promove a cura através da transformação. Ele destrói tudo aquilo que é velho e leviano de nossas vidas trazendo espaço para coisas novas. O espírito da renovação. Tudo e todo aquele que passa pelo fogo, jamais retorna a ser o que fora antes. Tudo necessita ruir e ser reduzido a cinzas antes de algo novo surgir.

Na prática da magia, o Fogo é relacionado ao quadrante Sul, conhecido como quadrante de grande energia e poder. O instrumento ligado a ele é a Vara (varinha) que com suas pontas une os dois mundos, o mundo Empírico/Físico, e o mundo Suprassensível/Espiritual/Éter. É ele que rege os Deuses que proporcionam prazeres profundamente erotizados, que nos dão prazeres orgásticos, da sexualidade exacerbada, e também os Deuses da Soberania que com seu cetro fálico se unem à Deusas da Terra e da Fertilidade que em êxtase cobrem a terra de beleza e luxúria.


Os Elementais do Reino Do Fogo 


Os elementais que habitam o Reino do Fogo ou Reino Sul, são conhecidos pelo nome de "Salamandras". As Salamandras geralmente são representadas nas mais diversas culturas como serpentes de fogo, ou até mesmo bolas de fogo. Salamandras são seres impetuosos, ousados, destemidos, sedutores, fortes,
destruidores. Seu reino tem como Governante é conhecido pelo nome de Djin (Lê-se Digin). Seu Reino como todos os outros é estritamente Etéreo. Elas possuem o poder de nos despertar as paixões e desejos ardentes da alma. Inspirar nossos sonhos, e purificar tudo aquilo que precisa ser banido de nossas vidas. Os elementais do fogo contribuem para o bom funcionamento do nosso corpo, para a manutenção da temperatura adequada, estimula o metabolismo e auxiliam na circulação. Eles nos ajudam a desenvolver firmeza em nossos pensamentos e desejos, e a boa determinação. Salamandras nos auxiliam a compreender os mistérios do fogo nos ajudando a despertar os níveis mais elevados de nossa espiritualidade e a elevar o patamar de nossas aspirações. Estimulam e fortalecem nosso campo áurico e nos facilitam a e ajudam com a intuição. Elas acendem em nós aquele ar mais voluptuoso, atrevido, sexy. São ótimas amigas para estimularem a atividade sexual de um casal. 


Aqui segue uma pequena tabela de relações do fogo.

Gênero: Masculino, Ativo
Cores: Vermelho, Laranja, Âmbar
Horário do dia: Meio dia / Tarde
Direção: Sul
Estação: Verão
Instrumento Magico: Vara
Momento da vida: Juventude, adolescência.
Naipe do Tarot: Paus
Qualidades: Iluminado, Forte, Esperançoso, Alegre
Animais: Leão, Salamandra (o animal), Tritão, Lagartos
Metais: Ouro e Aço
Rei/Governante Elemental: Djin
Espíritos Elementais: Salamandras
Pedras: Rubi, Granada, Sílex, Opala, Pedra do Sol, Heliotrópio
Locais de comando: Dunas, Praias, Desertos, Vulcões
Símbolos naturais: O Sol, Relâmpagos, Chamas, Fogueiras
Instrumentos musicais: Lira e Instrumentos de Corda
Signos Astrológicos: Áries, Leão, e Sagitário
Sentido: A Visão / Intuição
Ótimo usado para gerar: Poder, Energia, Autoridade, Prestígio, Dominação, Compulsão, Sexo, Paixão, Mudanças, Destruíção, Evolução, Purificação, Cólera, Vigor, Alegria, Força, Princípios e Forças Masculinas.
Qualidades: Corajosos, Ousados, Entusiastas, Animados, Patriotas, Energéticos, Positivos, Dedicados, Protetores, Irados, Invejosos, Amargurados, Vingativos, Impacientes.
Tipos de ervas ligadas ao fogo: Geralmente possuem um gosto forte, seja ele amargo ou picante. Seu cheiro também é algo muito marcante.
Ervas ligadas ao fogo: Açafrã, Mostarda, Alho, Pimenta, Urtiga, Cardo, Olíbano, Gerânio Vermelho, Papoulas Vermelhas, Baunilha, Mandrágora, Azevinho, Canela, Cassia, Endro, Anemona, Heliotrópio, Manjericão, Louro, Coentro, Cactus, Cravo-Da-Índia, Curry, Hibisco, Girassol, Rosas, Cravo, Murta, Noz Moscada, Cebola, Verbena, Alecrim, Laranja, Galangal, e Tabaco são alguns exemplos


You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook